terça-feira, 6 de novembro de 2018
 
     
 
Visita ao Reservatório Santa Tereza-Votoruá
 
     
 
 

O Reservatório Santa Tereza/Votoruá, maior túnel da América Latina destinado a acondicionar água tratada e encravado em rocha maciça, recebeu a visita da professora Lúcia França, primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), de Ricardo Borsari, secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo e de João César Queiroz do Prado, diretor de Sistemas Regionais da Sabesp.

 

Em processo de limpeza e desinfecção, o espaço, que fica entre os morros Santa Tereza, em Santos, e Voturuá, em São Vicente, foi aberto para a visitação, a exemplo do que acontece, em geral, a cada dois ou três anos. O túnel foi construído no final da década de 70 e começou operar em 1981, em função da demanda crescente por água na região. Com a construção da primeira pista da Rodovia dos Imigrantes, o fluxo de turistas aumentou muito e, consequentemente, o consumo de água. Com isso, a Sabesp precisou aumentar a reserva de água. Então, foi construído esse reservatório encravado na rocha, sendo o maior da América Latina.

 

O Reservatório foi inaugurado em 16 de novembro de 1981, pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). A obra conta com mais de 1 km de extensão e é dividida em duas câmaras, uma parte em São Vicente e a outra em Santos, com 13 metros de altura e 15 metros de largura cada. Com acesso pelo interior do Parque Ecológico do Voturuá (Rua Dona Anita Costa, s/nº - Vila Voturuá, São Vicente), o espaço chamado de Voturuá foi aberto para a limpeza e desinfecção. A realização do procedimento permite que a população conheça a estrutura, capaz de receber até 110 milhões de litros de água.

 

     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias