terça-feira, 21 de novembro de 2017
 
     
 
Alckmin acompanha testes na captação de água do novo sistema São Lourenço
 
     
 
 
 
Com investimento de R$ 2,21 bilhões, sistema irá abastecer cerca de 2 milhões de pessoas na Grande São Paulo (Foto: GRuiz - SSRH)
 
     
 
O governador Geraldo Alckmin visitou no sábado, 18/11, as obras do novo sistema produtor de água da Sabesp, o São Lourenço, em Ibiúna, onde acompanhou os testes iniciais de verificação na captação, que vai reforçar a segurança hídrica da Região Metropolitana de São Paulo. A medida testa as estruturas de concreto que começam a receber a água captada da represa e que será depois bombeada até a estação de tratamento, em Vargem Grande Paulista, a 50 quilômetros de distância.
Os testes iniciais ocorrem junto à represa Cachoeira do França, onde estão sendo construídos o sistema de captação e a estação elevatória que vai fazer o bombeamento. A barragem que havia sido erguida para possibilitar a execução da obra às margens da represa está sendo removida, permitindo que a água entre nas estruturas do sistema. Em fase de conclusão dos trabalhos, o novo sistema produtor São Lourenço fornecerá água para 2 milhões de pessoas nas cidades de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista – região com o maior crescimento populacional na Grande São Paulo.
Ao fim da visita, Alckmin destacou as obras lideradas pela Sabesp para garantir o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo ainda que o Estado volte a enfrentar estiagem. “Essa é uma das grandes obras hídricas do Brasil. Estamos nos preparando para o futuro com um super sistema de abastecimento que diminuirá a vulnerabilidade hídrica na Grande São Paulo”.
Além da estrutura de captação de água às margens da represa Cachoeira do França, também estão em fase inicial de testes os reservatórios de água bruta e tratada dentro da Estação de Tratamento. A partir daí, adutoras com 32 quilômetros de extensão vão levar a água até os municípios atendidos, totalizando 82 quilômetros de tubulações desde a captação. O novo sistema vai produzir até 6.400 litros de água potável por segundo. O Sistema Produtor de Água São Lourenço é uma obra da Sabesp que está sendo construída pelo modelo de PPP (Parceria Público-Privada), com um investimento de R$ 2,21 bilhões e que gerou 4.500 empregos diretos e indiretos durante sua execução.
 
   
     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias