terça-feira, 25 de abril de 2017
 
     
 
Brasília sedia eventos preparatórios para o Fórum Mundial da Água
 
     
 
 
 
Secretário Benedito Braga fala na abertura do Fórum de Engajamento Empresarial (Foto: Divulgação)
 
     
 
Em mais uma etapa de preparação ao Fórum Mundial da Água, que acontece de 18 a 23 de março de 2018 no Brasil, eventos serão realizados em Brasília esta semana, nos dias 25 a 27 de abril. Hoje, dia 25, o CEBDS – Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável promove o Fórum Água de Engajamento Empresarial; e nos dias 26 e 27 (amanhã e quinta-feira) será a sequência do 2º Encontro de Stakeholders (atores interessados), ambos preparatórios ao 8º Fórum Mundial da Água. “São eventos que preparam o caminho para o Fórum Mundial da Água, elevando o nível das participações e discussões que teremos”, aponta Benedito Braga, secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo e presidente do Conselho Mundial da Água.
Braga participa dos encontros, tendo sido um dos palestrantes da abertura do Fórum Empresarial no início da tarde desta terça-feira, junto com a presidente do CEBDS, Marina Grossi, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Durante o evento, as principais agendas do Fórum Mundial da Água serão debatidas por empresários, especialistas e jornalistas, com ênfase na participação do setor privado e levando em conta marcos globais como os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e de Mudanças Climáticas. Nos dias 26 e 27, o CEBDS fará sua segunda consulta pública, onde empresas debaterão os temas do Fórum Mundial da Água.
Temas
O 2º Encontro de Stakeholders, também no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, vai reunir interessados em participar do Fórum Mundial da Água preparando as discussões de cada tema proposto. Será realizada uma breve apresentação dos grupos de discussão (câmaras): temático (principal), regional, política, sustentabilidade e cidadania, e dos grupos de trabalho: Clima, Pessoas (água, saneamento e saúde), Desenvolvimento, Meio Urbano, Ecossistemas, Fomento, Compartilhamento, Capacitação e Governança. http://www.worldwaterforum8.org/node/263/
O Fórum Mundial da Água é organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água e pelo país e cidade anfitriã, que em 2018 será Brasília. Ao todo, já ocorreram sete edições, as quais foram distribuídas estrategicamente em países de diferentes continentes. Essa distribuição busca representar as diferentes temáticas de usos e de gestão do recurso água. A última edição do evento aconteceu em 2015, na Coreia do Sul, em duas cidades: Daegu e Gyeongbuk.
O evento, que é o mais importante sobre o tema da água no mundo, contribui para o diálogo do processo decisório sobre o tema da água em nível global, visando a segurança hídrica através da criação de infraestrutura e uso racional e sustentável deste recurso. Por sua abrangência política, técnica e institucional, o Fórum tem como uma de suas características principais a participação aberta e democrática de um amplo conjunto de atores de diferentes setores, traduzindo-se em um evento de grande relevância na agenda internacional.
Participação
Participam do Fórum Mundial governantes, especialistas acadêmicos, representantes de órgãos de fomento, ONGs e empresas que atuam no setor. “O tema de 2018 - Compartilhando a Água - é muito importante, porque temos 261 países que dividem bacias hidrográficas e com esse recurso se tornando cada vez mais escasso, é importante criar políticas que permitam o seu uso racional em conjunto. Os temas dos fóruns são sempre uma sequência de discussões, mantendo um diálogo constante e evolutivo”, explica Benedito Braga.
Na Coreia, em 2015, foram 40 mil visitantes e 18 mil participantes diretos em palestra e workshops. O Fórum tem painéis globais e também regionais, com temas como investimento, ecossistemas, governança e sustentabilidade não só na área ambiental, mas também na econômica e social. A parte do evento com os órgãos técnicos e governamentais acontece no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, e a parte empresarial acontece no Estádio Mané Garrincha, na feira anexa. “É um evento que fará com que os olhos do mundo se voltem ao Brasil, que, além de tudo, é detentor de uma das maiores reservas de água doce do mundo”, ressalta o presidente do Conselho Mundial da Água.

 
     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias