terça-feira,4 de abril de 2017
 
     
 
Água de reúso e consumo racional são tema de workshop de São Paulo e México
 
     
 
 
 
Secretário Benedito Braga abre o Workshop São Paulo - México (Foto: GRuiz)
 
     
 
O Workshop Internacional – Experiências Mexicanas e Paulistas sobre Reúso e Uso Racional da Água reuniu no dia 31 de março, em São Paulo, especialistas internacionais para a troca de experiências sobre o tema. “É fundamental compartilharmos experiências sobre o uso racional e eficiente da água, e São Paulo e México têm pontos em comum muito importantes nessa área, como o desafio para o abastecimento de grandes aglomerados urbanos”, apontou no discurso de abertura do evento o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo Benedito Braga, que também é presidente do Conselho Mundial da Água.
A cônsul Geral do México, Margarita Pérez Villaseñor ressaltou o fato de que em 2018 o Brasil sediará o Fórum Mundial da Água, evento de grande importância para o continente. Destacou ainda que o México apoiará integralmente o Fórum e afirmou que são as políticas inovadoras que trarão soluções para garantir a segurança hídrica no futuro. “Esperamos que este seja o primeiro de muitos encontros de troca de experiências sobre o assunto”, afirmou a cônsul.
Workshop
Realizado pela Assessoria de Relações Internacionais da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo em parceria com o Consulado Geral do México e a Sabesp, o evento contou com a presença de mais de 120 profissionais da área. Além das experiências adotadas por São Paulo na crise hídrica, o workshop trouxe a apresentação de especialistas mexicanos sobre o Pumagua, um modelo de uso eficiente que tem obtido bons resultados na redução de consumo de água em grandes áreas urbanas. Também foram apresentados projetos de reúso e questões relacionadas ao conflito pela água, no Brasil e no México.
"O intercâmbio de conhecimento e a troca de experiências que este evento proporcionou, certamente irão contribuir para que melhoremos a nossa atual gestão da água, especialmente no combate ao desperdício de um bem cada vez mais necessário para a nossa qualidade de vida e para o desenvolvimento socioeconômico do nosso estado e do nosso país", avaliou o assessor de Relações Internacionais da Secretaria, Patrick Johann Schindler.
 
     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias