segunda-feira, 27 de março de 2017
 
     
 
São Paulo e México trocam experiências sobre reúso e utilização racional da água
 
     
 
 
 
Aquapolo: maior empreendimento de produção de água de reúso na América do Sul é parceria da Sabesp e Odebrecht (Foto: Site Aquapolo)
 
     
 
São Paulo enfrentou em 2014/15 uma crise hídrica aguda, provocada por uma seca de níveis sem precedentes. Já o México se defronta com situações crônicas de falta d’água em regiões desérticas ou superpopulosas. Em comum, os especialistas das duas regiões têm trabalhado na busca de soluções para combater a escassez hídrica e algumas destas alternativas serão debatidas no Workshop Internacional – Experiências Mexicanas e Paulistas sobre Reúso e Uso Racional da Água, no dia 31 de março, em São Paulo.
O evento, promovido pela Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo em parceria com o Consulado Geral do México e a Sabesp, será aberto pelo secretário Benedito Braga, que também é presidente do Conselho Mundial da Água. “O combate à crise hídrica em São Paulo se baseou, por um lado, na realização de obras emergenciais para aumentar a disponibilidade de água, e, por outro, na conscientização da população sobre a necessidade de modificar um padrão de consumo que era excessivo. Ou seja, a garantia da segurança hídrica vem da construção da infraestrutura necessária aliada a um consumo inteligente”, aponta Braga.
Experiências
Além das experiências adotadas por São Paulo na crise hídrica, o workshop trará a apresentação de especialistas mexicanos sobre o Pumagua, um modelo de uso eficiente que tem obtido bons resultados na redução de consumo de água em grandes áreas urbanas. Também serão apresentados projetos de reúso e questões relacionadas ao conflito pela água, no Brasil e no México. A secretaria adjunta da SSRH Mônica Porto encerra o evento falando sobre o arcabouço legal e normativo para disciplinar o reúso da água, um dos grandes desafios nessa área.
O workshop, realizado pela Assessoria de Relações Internacionais da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, acontece no auditório Tauzer Garcia Quinderé (Pudim), na sede da Sabesp de Pinheiros, rua Nicolau Gagliardi, 313, das 9h às 17h. Para participar, é preciso confirmar presença através do e-mail chashish@sabesp.com.be ou pelo telefone 3388-8215.
Conhecimento
“O intercâmbio de conhecimento e a troca de experiências bem sucedidas entre países da América Latina sobre a gestão de um recurso fundamental para o desenvolvimento socioeconômico é de suma relevância para garantirmos maior resiliência e segurança hídrica em grandes conglomerados urbanos”, afirma o assessor de Relações Internacionais da Secretaria, Patrick Johann Schindler.
Segundo o secretário Benedito Braga, o encontro é importante por essa troca de experiências entre os dois países e também pela discussão de temas que são fundamentais para a segurança hídrica. “Em 2018, teremos aqui no Brasil o Fórum Mundial da Água, o evento planetário mais importante sobre o tema. E questões como os conflitos sobre os recursos hídricos e a sustentabilidade estão entre os principais assuntos a serem debatidos no Fórum, cujo tema será “Compartilhando a Água”, ressalta Braga.
 
     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias