sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017
 
     
 
SSRH apoiará projeto de novo sistema de represas de Jundiaí
 
     
 
 
 
Secretário Braga e Borsari (esq.) recebem o prefeito Luiz Fernando (direita) e equipe (Foto: Assessoria de Comunicação)
 
     
 
O prefeito de Jundiaí Luiz Fernando Machado e integrantes de sua equipe de governo participaram de reunião com o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos de São Paulo, Benedito Braga, nesta sexta-feira, 3/02. No encontro, o prefeito expôs o projeto de construção de um novo conjunto de represas na região, localizada na Fazenda Rio das Pedras. “O complexo será formado por três represas e terá uma vazão de 270 litros/s, integrado a uma nova estação de tratamento de água (ETA)”, explicou o prefeito.
O secretário Benedito Braga considerou muito positiva a iniciativa, que reforça o trabalho que vem sendo realizado pelo Governo Estadual na busca da segurança hídrica. “Com a grande variabilidade do clima atualmente, é preciso que estejamos sempre preparados para enfrentar períodos mais longos e irregulares de seca e chuvas. Jundiaí faz parte da Macrometrópole que vai de Santos a Campinas e essa proposta terá todo o apoio da Secretaria”, destacou Braga, lembrando a importância de Jundiaí como polo da indústria alimentícia nacional.
Segundo o prefeito de Jundiaí, os recursos, de cerca de R$ 300 milhões, deverão ser obtidos junto ao Ministério das Cidades, oriundos do FGTS. O apoio solicitado pelo município diz respeito aos aspectos técnicos da outorga e construção do complexo de represas e ETA. O diretor do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado) Ricardo Borsari, que também participou da reunião, colocou o órgão à disposição para marcar uma reunião técnica de apresentação do projeto elaborado pela equipe de Jundiaí.
 
Outorga
No encontro, Luiz Fernando também fez um agradecimento à secretaria pela liberação de nova outorga para retirada de água do rio Atibaia, que foi renovada por mais dez anos, conforme publicado no Diário Oficial do Estado no dia 22 de fevereiro. “Essa renovação é de fundamental importância para Jundiaí porque, além de garantir o abastecimento de água à população, ela dá segurança em relação à disponibilidade do recurso para as empresas já instaladas e que venham a se instalar no município, que são importantes geradoras de emprego e renda para as famílias jundiaienses”, destacou o prefeito.
A outorga autoriza a DAE, o Departamento de Água e Esgoto local, a captar água dos rios Atibaia (4.320 m3/hora) e Jundiaí Mirim (6.515 m3/hora), Ribeirão da Ermida (162 m3/hora) e do Córrego da Estiva (180 m3/hora), durante 24 horas e em todos os dias do ano. Também participaram da reunião os gestores de Governo e Finanças do Município, José Antônio Parimoschi, e o diretor-presidente da DAE, Eduardo Palhares.
 
     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias