quarta-feira, 01 de fevereiro de 2017
 
     
 
Novo piscinão Guamiranga é inaugurado com capacidade de 850 milhões de litros
 
     
 
 
 
Estrutura receberá águas das cheias do rio Tamanduateí evitando alagamentos nas áreas próximas(Foto:Assessoria de Comunicação SSRH )
 
     
 
O Governador Geraldo Alckmin inaugurou hoje, 1º de fevereiro, o piscinão Guamiranga, o maior da cidade de São Paulo, com capacidade para acumular 850 milhões de litros de água das chuvas.
O evento contou com a participação do Prefeito de São Paulo, João Doria; do Secretário Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga; do Superintendente do DAEE, Ricardo Borsari; do Vice-Prefeito e Secretário de Subprefeituras, Bruno Covas; do Secretário Municipal de Serviços e Obras, Marcos Penido; além de representantes da Câmara Municipal e lideranças comunitárias da região.
“Estamos entregando o maior piscinão de São Paulo, com capacidade para 850 milhões de litros”, destacou o Governador em seu pronunciamento. “O piscinão é a várzea moderna. A várzea era uma área que originalmente pertencia ao rio, onde ele se espalhava na época de cheia, mas que, acabou sendo ocupada há mais de um século. O piscinão agora vai absorver a água da enchente evitando os efeitos danosos dos alagamentos. Quando a água do rio Tamanduateí subir, as comportas serão abertas e reservará água aqui. Quando passar a tempestade, a água será devolvida por um sistema de bombeamento e o reservatório ficará vazio esperando nova chuva”.
João Doria comemorou a inauguração do piscinão: “Esta é uma obra inaugurada dentro da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura” e reafirmou o plano da Prefeitura em entregar mais 18 piscinões quatro anos, “praticamente dobrando o número em São Paulo, que hoje é de 20".

O PISCINÃO GUAMIRANGA

Localizado na Vila Prudente, ao lado do rio, este é o maior piscinão da cidade de São Paulo, com capacidade para acumular 850 mil metros cúbicos de água das chuvas, tem por objetivo contribuir para minimizar o risco de inundações no trecho a jusante, especialmente nos bairros da Vila Prudente e Mooca, com reflexos em todos os bairros abaixo, até o centro da cidade, beneficiando mais de 1 milhão de habitantes. As obras foram realizadas pelo DAEE e representaram um investimento de R$ 160 milhões. A operação e manutenção serão realizadas pela Prefeitura de São Paulo.
O complexo ocupa uma área de 70 mil metros quadrados, divididos em três células de captação, reservação e escoamento de água, com túnel de 103,80 metros que interliga as áreas 1 e 2; tem até 22 metros de profundidade; conta com quatro comportas e dois “stop logs” (comportas verticais) laterais de entrada de água; seis bombas de recalque com capacidade cada para 850 litros por segundo;

SETIMO PISCINÃO NA CIDADE DE SÃO PAULO

O piscinão Guamiranga é o sétimo piscinão construído pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) na cidade de São Paulo, resultando numa capacidade total de 2 milhões de metros cúbicos de água das chuvas.
Piscinão Entrega Curso D' Água Capacidade
1 CPTM/Jd. Maria Sampaio Jun/2004 Córrego Pirajuçara 120 mil m³
2 Eliseu de Almeida Out/2004 Córrego Pirajuçara 113 mil m³
3 AO-4/Oratório Abr/2007 Córrego Oratório 320 mil m³
4 Anhanguera Dez/2009 Ribeirão Vermelho 160 mil m³
5 Sharp Jan/2010 Córrego Pirajuçara 500 mil m³
6 Olaria Ago/2014 Córrego Olaria 80 mil m³
7 Guamiranga Fev/2017 Rio Tamanduateí 850 mil m3
TOTAL 2.143 mil m3

DETALHES TÉCNICOS

· ÁREA - 70 mil metros quadrados
· PROFUNDIDADE MÁXIMA - 22 metros
· CAPACIDADE 850 mil metros cúbicos
· TRÊS células de captação, reservação e escoamento de água, com túnel de 103,80 metros que interliga as áreas 1 e 2
· QUATRO comportas e dois “stop logs” laterais
· SEIS bombas de recalque com capacidade cada para 850 litros por segundo
· VOLUME DE ESCAVAÇÃO – 875 mil metros cúbicos
· POPULAÇÃO BENEFICIADA - 1 milhão


 
     
  Share on FacebookTweetShare on Google+Post to TumblrShare on LinkedInSend email
Mais notícias