segunda-feira, 26 de setembro de 2016
Trabalho da equipe de caça-vazamentos da Sabesp ganha destaque em Presidente Prudente
 
O telejornal SPTV (1° edição) da TV Fronteira de Presidente Prudente, no interior do Estado, destacou o trabalho da equipe de caça-vazamentos da Sabesp na região, durante reportagem que foi ao ar no sábado (24). Na cidade, que conta com 900 quilômetros de rede de água, são realizados, em média, 250 reparos de vazamentos de água por mês. Desse total, 15% deles se enquadram como “não visíveis” e foram encontrados pela equipe especializada em escutar os sons do pavimento.

O serviço de localização dos vazamentos não visíveis começa com a identificação dos locais que apresentam consumo fora do padrão. Em seguida, os profissionais da Sabesp vão até o local, de preferência no período noturno, para aproveitar o silêncio da madrugada para realizar uma varredura com o Geofone. O equipamento é parecido com o estetoscópio do médico, só que, neste caso, para “auscultar” os sons embaixo do pavimento. Ouvindo os ruídos subterrâneos amplificados, os integrantes da equipe conseguem identificar o local exato do problema.
 
Funcionários da Sabesp caçam vazamentos (Foto: Sabesp)
Depois que o vazamento não visível é localizado, a equipe realiza uma marcação no solo para que outro grupo de funcionários da Sabesp, no dia seguinte, faça o reparo. “Com esse trabalho, nós fazemos uma intervenção em área reduzida do pavimento com mais agilidade, contribuímos com o meio ambiente, já que reduzimos o desperdício de água, e garantimos a qualidade no abastecimento”, disse Rafael Minoru, engenheiro civil da Sabesp.

Veja a reportagem.
 
Mais notícias