quarta-feira, 14 de setembro de 2016
Programa reduz consumo de água em 34% em escolas, hospitais e outros prédios públicos
 
O Programa de Uso Racional da Água (PURA) da Sabesp, empresa vinculada ao Governo do Estado de São Paulo, tem conseguido este ano reduzir o consumo de água em 34% (em média) em escolas, hospitais e outros edifícios públicos onde vem sendo implantado. Nos imóveis da Secretaria Estadual de Educação, entre escolas e diretorias de ensino, a média de economia é de 44%, no Hospital da Polícia Militar é de 42% e na Prefeitura Municipal de Caieiras chega a 48%. Para se ter uma ideia do que isso significa, o volume de água economizado pelos edifícios onde foi implantado o programa, em junho deste ano já acumula quase 70 mil m³, cerca de 121 litros/segundo, o que dá para abastecer uma cidade de aproximadamente 70 mil habitantes.

O programa promove readequações estruturais nos prédios públicos para que reduzam as perdas e reforcem a necessidade do consumo consciente.

As principais ações do Programa são:
 
(Foto: Sabesp)
> Pesquisa/correção de vazamentos em rede de água, reservatórios e instalação hidráulica predial;

> Estudo de alternativas para substituição de equipamentos hidráulicos convencionais por equipamentos de baixo consumo de água;

> Estudo de alternativas para reaproveitamento de água de processo e utilização de água de reúso;

> Implantação de campanha educacional para redução de consumo de água, inclusive em cozinhas industriais, hotelaria e lanchonetes;

> Treinamento de crianças através de capacitação específica para coordenação pedagógica em escolas;

> Gestão do consumo de água pós intervenção via Internet - telemedição.

> Paralelamente, são realizadas campanhas educativas, com orientações práticas a funcionários e alunos.

Parceira que dá certo
A atuação da Sabesp é feita por meio de parceria com entidades públicas, estaduais e municipais. O programa já foi realizado em mais de 7 mil imóveis em todo o Estado, quase três mil na Região Metropolitana de São Paulo. Desde 2008, o total economizado é de mais de 14 bilhões de litros, o que equivale a quase toda a capacidade do reservatório do Alto Cotia.
 
Mais notícias