terça-feira, 13 de setembro de 2016
Secretaria promove workshop internacional sobre segurança hídrica
 
A Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos promoveu, nos dias 13 e 14 de setembro, um workshop internacional com o tema “Tecnologias Para o Aumento da Segurança Hídrica” na sede da Sabesp, em Pinheiros. A abertura foi realizada pela Secretária Adjunta de Saneamento e Recursos Hídricos, Mônica Porto, e contou com a participação do Presidente da Sabesp, Jerson Kelman, e do representante do Departamento da Defesa dos EUA (DoD), Juan Hurtado. Membros de governos, universidades e indústrias, além de militares, também estavam presentes.

O objetivo do Workshop foi colaborar e promover a compreensão das tecnologias disponíveis para melhorar a segurança hídrica. No evento, foi abordado o programa Rapid Integrated Strategic Assessment (RISA), que busca integrar conhecimento e métodos para monitorar e prever problemas hídricos. Depois de relembrar episódios que marcaram a crise hídrica que atingiu São Paulo nos anos de 2014 e 2015, Mônica Porto reforçou a importância do planejamento diante de possíveis eventos que possam ocorrer.
 
(Foto: Jerson Kelman, Mônica Porto e Juan Hurtado (Foto: SSRH)

“Precisamos ter uma previsão não apenas meteorológica, se haverá seca ou não, mas uma previsão em que, dada a probabilidade da ocorrência de um evento, já termos uma solução para ele”, destacou. A Secretária frisou ainda que, para encarar os desafios da gestão de recursos hídricos, é necessário levar em consideração que o Estado de São Paulo está localizado em uma região úmida do Brasil e, portanto, fica à mercê de variabilidades meteorológicas. “A seca dos dois últimos anos foi, para nós, um sinal de alerta. Apesar de termos, na maior parte do tempo, um sistema hidrologicamente bem comportado, podemos ser surpreendidos por fenômenos raros e severos".

Para encerrar, Mônica mencionou riscos e consequências da escassez hídrica e citou a preocupação que existe com o tamanho da população a ser abastecida. "A RMSP, por exemplo, concentra cerca de 20 milhões de pessoas e os riscos passam a ser muito grandes. Muito embora sejam efeitos meteorológicos raros, de baixa probabilidade, eles acabam sendo aumentados devido à concentração dos usos que temos no Estado", explicou. "Tudo isso tem que fazer parte de um contexto de preparação e nada melhor do que termos ferramentas que nos deem segurança para a tomada de decisões", finalizou.

O presidente da Sabesp recordou a crise hídrica, que começou em 2014, com números (de afluência) consideravelmente piores que os de 1953, até então o ano com registro de menores afluências. Apesar de a crise de 2014 ser atípica, a Sabesp e o Governo optaram pela prudência. “Consideramos que o que aconteceu em 2014 pode repetir. Isso significou decisões de investimentos de centenas de milhões de reais no sentindo de nos prepararmos”, disse Kelman. “Mencionei este assunto para sublinhar o tema do seminário que é segurança hídrica. Estamos interessados em conhecer o que nossos colegas nos trazem de novidade”, frisou.

O evento contou com painéis de especialistas em recursos hídricos norte-americanos e brasileiros que destacaram os temas “Avaliação dos Recursos Hídricos” e “Análise Antecipatória de Recursos Hídricos”. Também houve a apresentação do RISA, e uma equipe norte-americana fez demonstrações sobre a plataforma e de como pode beneficiar a gestão de recursos hídricos.

Para o representante do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Juan Hurtado, a parceria com o Brasil é muito importante. "Trouxemos cientistas e engenheiros para mostrar ferramentas e modelos que já existem. Queremos que tudo isso esteja disponível a todos. Precisamos que vocês nos digam com sinceridade o que pode ser melhorado e como podemos trabalhar juntos no futuro".

No fim, os participantes do Workshop tiraram dúvidas e fizeram sugestões sobre o programa, que concentra informações com dados sobre recursos hídricos de diversas partes do mundo.

Confira a programação do evento abaixo.

13 de setembro - 8h30 às 19h
- 9h - Boas-vindas de Jerson Kelman, Presidente da Sabesp
- 9h10 - Boas-vindas de Juan Hurtado, do Departamento da Defesa dos EUA (DoD)
- 9h20 - Boas-vindas de Mônica Porto, Secretária Adjunta de Saneamento e Recursos Hídricos
- 9h30 - Dados de Base de Recursos Hídricos - Palestrantes:
Nicole Bauer
Heather Speight
Flavio Conde
- 10h45 - Avaliação dos Recursos Hídricos - Palestrantes:
Dr. Calvin Creech
Dr. Hany Zaghloul
Dr. Ruben Porto
- 11h15 - Análise Antecipatória de Recursos Hídricos – Palestrantes:
Dr. Cary Talbot
Dr. Jerome Delli Priscoli
- 12h - Almoço
- 13h30 - RISA Apresentação/ Demonstração (Equipe dos EUA)
- 16h30 - Coffee Break
- 17h - Perguntas e respostas

14 de setembro de 2016 - 8h30 às 14h
- 8h30 - Recepção - Sala dos Conselhos
- 9h - Reunião com integrantes da Agência Nacional de Águas (ANA) e convidados:
USACE Sr. Salles, Instituição Acadêmica: Dra. Helena Sol Gabriele.
 
Mais notícias