segunda-feira, 15 de agosto de 2016
 
Desassoreamento da Lagoa do Taquaral ultrapassa 40%
 
O DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) já removeu cerca de 25 mil metros cúbicos de sedimentos do fundo da Lagoa Isaura Teles Alves de Lima (Lagoa do Taquaral), em Campinas. Localizada no Parque Portugal, a Lagoa do Taquaral é um importante ponto turístico de Campinas, usado para recreação e lazer dos moradores da região.

O DAEE está investindo R$ 1 milhão na dragagem de 63 mil m³ de sedimentos, que é realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas, que se responsabiliza pela deposição final do material dragado. As máquinas começaram a operar em junho deste ano e a expectativa é concluir o trabalho em dezembro.

O volume foi calculado a partir de trabalho de batimetria na lagoa que identificou a existência de bancos de sedimento junto às saídas das galerias pluviais, formados ao longo dos anos. A retirada dos bancos de areia irá aumentar a capacidade da lagoa, responsável por auxiliar no combate às enchentes, já que retém a água das chuvas, que correm à jusante do Ribeirão Anhumas.
 
Máquinas já removem 40% do volume de assoreamento da Lagoa do Taquaral (Foto: Divulgação/ DAEE)
 
Mais notícias