terça-feira, 12 de julho de 2016
 
Sabesp investe quase R$ 17 milhões em Estação de Tratamento de Esgoto de Alumínio
 
 
A Sabesp investe R$ 16,9 milhões de reais na primeira Estação de Tratamento de Esgoto de Alumínio, na região metropolitana de Sorocaba. A estação vai tratar 36 litros por segundo e atenderá quase oito mil pessoas já na fase inicial da operação. ​Os testes têm previsão de início para setembro e a pré-operação deverá começar em dezembro. Nessa fase, a ETE funciona com menor volume de esgoto e avaliam-se os equipamentos.
A ETE atenderá os bairros Granja Modelo, Vila Olidel e Vila Pedágio além de Vila Brasilina Vila Ré, Vila Progresso e Vila Alvorada de forma parcial. Até o momento, já foram executados aproximadamente 70% da Estação de Tratamento de Esgoto e 74% das obras lineares que incluem 4,3 km de coletores tronco, 647 metros de linhas de recalque e 65 metros de emissário final. A segunda fase das obras beneficiará também a região central com a construção da Estação Elevatória Bugrão e conclusão do Coletor Tronco e Linha de Recalque Bugrão.
Reatores já foram instalados no local (Foto: Angelo Napoli/SSRH)
 
O engenheiro Maurício Tápia, superintendente da Unidade de Negócio Médio Tietê, explica que a ação não é a única da região: “Entre 2011 e 2016, a Sabesp destinou mais de R$ 264 milhões em obras de esgotamento sanitário na região do Médio Tietê. Os investimentos contemplam 37 importantes obras de coleta, afastamento, revitalização e construção de novas estações de tratamento de esgotos”. Essas iniciativas contribuem diretamente para a eliminação da poluição com esgotos dos corpos d'água e, consequentemente, redução de doenças de veiculação hídrica. A nova ETE em Alumínio beneficiará os córregos Varjão, Bugrão e Córrego dos Pintos.
 
 
Mais notícias